• Federação Nacional

ASSISTENTES OPERACIONAIS/AUXILIARES DE ACÇÃO MÉDICA

NÃO DESISTEM, CONTINUAM A EXIGIR E A LUTAR POR UMA CARREIRA ESPECÍFICA!

Há mais de uma década que os trabalhadores Auxiliares de Acção Médica viram extinta a sua carreira, numa evidente falta de respeito por estes profissionais, que fazem parte das equipas multidisciplinares da Saúde e têm um papel imprescindível na prestação de cuidados aos utentes.


Há mais de uma década, num governo do PS/ Sócrates, que os trabalhadores Auxiliares de Acção Médica viram extinta a sua carreira, numa evidente falta de respeito por estes profissionais.


Estes trabalhadores fazem parte das equipas multidisciplinares da Saúde e têm um papel imprescindível na prestação de cuidados aos utentes.


No entanto os sucessivos governos do PS e do PSD com ou sem CDS, desde a destruição das Carreiras dos Serviços Gerais da Saúde que se recusam a corrigir esta situação, negando à Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a negociação de uma carreira que dignifique o conteúdo funcional e valorize os salários

destes trabalhadores.


Apesar da ausência de carreira e dos baixos salários, estes trabalhadores desempenham diariamente as sua tarefas com empenho e dedicação e, é com esta determinação e disponibilidade que têm estado na linha da frente no combate à pandemia COVID-19, sendo o seu trabalho reconhecido por todos na teoria, porque na prática continua tudo na mesma.


Ao longo destes 13 anos, após a extinção da sua carreira, estes trabalhadores têm desenvolvido inúmeras lutas reivindicando e exigindo ao Governo que reponha aquilo que destruiu ou crie uma carreira especifica, onde estes trabalhadores se revejam enquanto profissionais de saúde.


A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais realizou, no passado dia 28 de junho, uma concentração com estes trabalhadores junto ao Ministério da Saúde, para entrega de um Abaixo-assinado com 6567 assinaturas, onde se exige ao Governo o inicio das negociações sobre a carreira destes trabalhadores.


Na entrega do Abaixo-assinado nenhum responsável político se dignou receber a Federação e continuam a fazer “ouvidos moucos” à justa reivindicação destes trabalhadores.


A LUTA VAI CONTINUAR ATÉ CONSEGUIRMOS QUE SE CORRIJA ESTA GRITANTE INJUSTIÇA!


Julho/2021

FNSTFPS

12 visualizações

Posts recentes

Ver tudo